Doing Business 2020

20/07/2020


O Doing Business é um relatório que analisa a regulamentação de ambiente de negócios e é produzido anualmente pelo Banco Mundial e no que tange a empresas, o Brasil caiu 15 posições neste ano de 2020.


Entre 190 economias, o país caiu da 109º para 124º colocação, aproximando-se da posição que ocupou durante 2017 e 2018, após uma escalada em 2019.


Houve uma melhora pequena, de 2 colocações em relação ao ano anterior, em que o Brasil ocupava a 140ª posição, como reflexo da redução de 3,5 dias no tempo de abertura no país. Essa melhora é resultado da continuidade de iniciativas para desburocratização e construção de um ambiente de negócios mais simples e transparente para os empreendedores.


O Banco Mundial destacou dois pontos como avanços importante neste quesito, em relação a 2018. O primeiro deles foi a facilitação dos processos de registro de empresas e, o segundo, a redução do custo do certificado digital.


Apesar disso, iniciativas do governo federal também são relevantes para a simplificação da abertura de empresas no país, como é o caso da Redesim, conjunto de regulações e sistemas para desburocratização, e da recém promulgada Lei da Liberdade Econômica, que busca trazer racionalidade a ação regulatória do Estado (saiba mais neste link) e cujos efeitos devem ser refletidos no Doing Business 2021, já que foi assinada após a coleta de informações pelo Banco Mundial.


Por outro lado, ainda que com avanços significativos, o Brasil permanece atrás de países como Turquia, em que é possível abrir uma empresa em 7 dias, e México, em que o processo pode ser feito em aproximadamente 8 dias.

 

Fonte: Endeavor

 

Copyright © Francoadv.com - Site desenvolvido por - DWMP - DESIGN | WEB | MARCAS | PROJETOS - www.dwmp.com.br